quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Ventre a ventre

Ave, cheia de graça,
O Senhor é contigo!
Assim é saudada Maria e
logo parte para saudar Isabel.

É saudada Isabel,
É visitante Maria,
É saudada Maria e
Sua alma exulta de alegria.

Saúdam-se no ventre,
O percursor e o curso para
onde concorre todo o bem,
e se findam todas as coisas. 

Saúdam-se Maria e Isabel,
João e Jesus, 
Alegram-se na presença de Deus,
Saúdam-se ventre a ventre.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Esperança

Esperei no Senhor,
Ele não me decepcionou.
Cumpriu o que me prometeu,
Escolheu-me,
fez-me todo Seu.

Esperei no Senhor
e antes que eu
n'Ele acreditasse,
em mim acreditou.
Antes que em suas
águas navegasse,
Em mim navegou.
Me chamou a ser
mar com ele.

Esperei no Senhor e
não tardou que tudo
mudasse...
Cresceu a fé,
diminuiu a inconstância.
Esperei com fé e confiança,
fiz dEle a minha Esperança.

Minha vida a ti

O Senhor que me chama,
É o dono da chama e
do ardor que há em mim.

É dono da esperança que não
decepciona, do passo que não se
cansa.

É minha alegria e n'Ele ponho
a minha confiança,
Entrego minhas riquezas, meus tesouros,
A minha prata e o meu ouro;

Para tê-Lo como minha
única riqueza e o que tenho
de mais precioso poder ofertar.

Entrego mais do que anos da
minha vida, entrego a minha
história para ser cuidada por ti.
Para que seja restaurada e
consagrada toda minha vida
a ti.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

O cântico da Alegria

Vou entoar com os anjos,
um canto novo que agrade
a Deus. Vou escrever a letra
e pedir que por mim
cante a Virgem Maria.

Vou abrir o coração
e pedir a Deus, que a
minha alma também
exulte de alegria.

Vou ouvir sua voz
 acalmar meu coração,
Permitir-me ser embalado
por esta canção.

Deixar-me novamente
ser criança em seu ventre.
Sentir a ternura de suas mãos
a fazer-me carinho.

Ouvindo já a voz que diz:
"Venha, adentre!"
Vou eu novamente
ser gerado, nascer pelo Espírito.

De novo no ventre,
vou ouvindo a canção
antes escrita por mim.
Vou ficar ali,
pois me refaz,
traz paz e a alegria
que perdi.

Vou ser ali,
Vou ficar ali,
No ventre de Maria,
Ninando e ouvindo a canção.
Vou voltar à gestação,
ouvir na voz de minha mãe,
a canção de alegria que escrevi.