terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Sagrada face (31.01.17)

Sagrada face do Cristo
que desfigurada se refaz
em cada coração...
Sagrada face que me põe
em busca de mim, o do 
outro que ora parece distante... 
Talvez turvo e perdido, porque
a Ti fico alheio... 
Dessa embaçada visão por vezes
não vejo nada mais que o vulto... 
Uma pessoa distante, um amigo
qualquer, rebaixo-Te a minha condição
e não entendo que antes já fizeste o 
inverso, assumindo por livre vontade a 
minha condição, mesmo sendo divino
Tu mesmo vieste ao meu encontro....
Não fui eu que encontrei a sagrada face, 
foi o próprio Cristo que revelou-se a mim, 
fez-me menos alheio, menos egoísta e menos 
soberbo e apresentou-me os traços, 
fez do meu rabisco, do rascunho que em mim 
era refletido, uma arte mais aprimorada que 
assemelha-se desta sagrada face outrora por 
Ele a mim revelada.

domingo, 8 de janeiro de 2017

Nascente (07.01.17)

É preciso voltar na fonte,
na nascente, e revigorar-se...
Olhar o gênesis, buscar o primórdio
e alegrar-se... pela vida que não cessa
de ser criada...

Águas límpidas jorram desta
nascente e saciam vidas e mais vidas...

Quem poderá impedir o novo que está
por vir ou ainda quem há de barrar esta
grandiosa obra de restauração em mim?

Olhar a vida nascer é um convite para
que eu olhe para dentro mim e entenda:
Vida quer nascer em mim, pois sou
correnteza de Jesus que é sempre nascente.